Imagem inline 2
out/2016

Editorial

Primeira edição de Foco em Uveítes 2016 

com excepcional distribuição para todo o Brasil

se você não quiser continuar recebendo este informativo, clique aqui
Este é o boletim informativo da Sociedade Brasileira de Uveítes SBU. Ele traz informações sobre eventos científicos da especialidade, artigos selecionados e atualidades. Cadastre-se na SBU.
________________________

IMPORTANTE: CONSULTA A TODOS OS OFTALMOLOGISTAS:

A Sociedade Brasileira de Uveítes pretende pleitear inclusão de novo procedimento na tabela da CBHPM: 

>> ACOMPANHAMENTO CLÍNICO AMBULATORIAL DE PATOLOGIAS COM POTENCIAL DE PRODUZIR SEQUELA OCULAR SE NÃO HOUVER ACOMPANHAMENTO PRÓXIMO - AVALIAÇÕES DO 2o AO 14o DIA, ATÉ 5 AVALIAÇÕES - PORTE 4B, DUT: 1. CERATITE OU ÚLCERAS DE CÓRNEA, 2. UVEÍTES.

Precisamos mostrar para a 
Associação Médica Brasileira a importância deste procedimento na prática da oftalmologia. Por isso, pedimos a sua participação respondendo a pergunta seguinte e depois clicar em enviar. 
Você considera importante a inclusão deste procedimento?
________________________
PRÓXIMO CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE UVEÍTES 20179-11 de março de 2017 em Belo Horizonte, no Espaço de Eventos da Unimed-BH.
  • Sessões exclusivas e abrangentes, dedicadas aos fellows, residentes e oftalmologistas não especialistas em uveítes que desejam uma atualização sobre diagnóstico e tratamento das diversas uveítes;
  • Importantes nomes da Uveíte mundial e nosos renomados especialistas em painéis e sessões de casos clínicos/cirúrgicos;
  • Corticoterapia oral, venosa e local (implantes);
  • Imunossupressão e Drogas Biológicas;
  • Novos exames de imagem (Angio-OCT, Optomap, Adaptive Optics, entre outros); 
  • Cursos especializados
________________________
CONFIRA OS ARTIGOS CUIDADOSAMENTE SELECIONADOS ESTE MÊS:
 
1. 

Pak KY, Park SW, Byon IS, Lee JE.

BMC Infect Dis. 2016 Aug 18;16(1):426. doi: 10.1186/s12879-016-1762-1.

PMID: 27538451 Free Article
Os autores descrevem um caso de manifestação atípica de toxocaríase ocular e concluem que deve-se considerar os exames sorológicos para toxocaríase não só em casos típicos, mas também quando o paciente tem uma história sugestiva.
Imagens desta publicação
Fig. 1
Fig. 2
Fig. 3
Fig. 4
2. 

Knickelbein JE, Sen HN.

J Clin Exp Ophthalmol. 2016 Jun;7(3). pii: 570. Epub 2016 Jun 27.

PMID: 27482471 Free Article
Este artigo ilustra as síndromes dos pontos brancos com imagens multimodais, incluindo modalidades como autofluorescência, tomografia de coerência óptica, angiofluoresceinografia e indocianina verde, entre outros e fornece insights sobre a patogénese.
Imagens desta publicação
Figure 1
Figure 2
Figure 3
Figure 4
Figure 5
Figure 6
Figure 7
Figure 8
Figure 9
Figure 10

3. 

Miner JJ, Sene A, Richner JM, Smith AM, Santeford A, Ban N, Weger-Lucarelli J, Manzella F, Rückert C, Govero J, Noguchi KK, Ebel GD, Diamond MS, Apte RS.

Cell Rep. 2016 Sep 20;16(12):3208-18. doi: 10.1016/j.celrep.2016.08.079. Epub 2016 Sep 6.

PMID: 27612415 Free Article
Camundongos inoculados pelo ZIKV desenvolveram conjuntivite, uveíte, e infecção da córnea, íris, nervo óptico, e retina (células ganglionares e bicolores). Foi encontrado também o RNA viral abundante na lágrima, sugerindo que o vírus pode ser secretado pelas glândulas lacrimais ou migrar da córnea.